October 20, 2017

Agende Sua Consulta: (15) 98119.7327 | Sorocaba - SP

A manada e a poesia

Photo Credit To www.eucriomoda.com

Poesia escrita por Francisco  Monteiro Junqueira

 

 

Na entrada da estrada, uma porteira quebrada.

Uma corda amarrada, uma poesia embrulhada.

 

 

Passa boi, passa manada: ninguém vê a poesia embrulhada

naquela porteira quebrada da entrada da estrada!

 

No estábulo que dá pra porteira, uma poesia não é nada.

Na porteira que dá pro estábulo, ela fica apenas pendurada.

 

Na tronqueira nenhum recado, apenas a cerca de arame farpado

é que consola o farrapo que me veste o amago do retrato borrado!

 

 

_____________________________

Poesia escrita por Francisco  Monteiro Junqueira  e enviada diretamente para Psicanálise e Amor: uma transmissão em 14/04/2016

Contato com o Autor:

 Link da sua página no Facebook, só clicar no nome em destaque:  Francisco Monteiro Junqueira

poesia embrulhada para viagem a manada e a poesia poesia embrulhada para viagem a manada e a poesia poesia embrulhada para viagem a manada e a poesia poesia embrulhada para viagem a manada e a poesia poesia embrulhada para viagem a manada e a poesia

Sobre o(a) Autor(a)

Psicanálise e Amor

Quer ser um colunista deste site? Entre em contato. Contato: caroline@psicanaliseeamor.com.br

Artigos Relacionados

Deixar um Comentário/Resposta