November 18, 2017

Agende Sua Consulta: (15) 98119.7327 | Sorocaba - SP

Assim que amanhecer

Assim que amanhecer

( por Nivia Lopes)

Amar você me salvou e me condenou.

É um amor de redenção, luxúria e santidade.

Tentei desvencilhar do seu jeito ingenuamente lascivo

Tentei fugir

Fingi que não me importava.

Tudo foi em vão.

Bastou uma noite para seu suor entranhar minha pele

E tomar meu coração, meu cérebro, minha razão.

Tudo ficou mais colorido com você

Vulcão na neve, tesouro no arco-íris…tudo era possível

Tudo era permitido.

Não havia certo, nem errado.

Não havia sinal de pare.

E até meus ossos gritavam por você

Mas acho que era amor demais, desejo demais e o mundo não suportou

As estrelas sentiram inveja, se apaixonaram por você

E um dia…a noite te levou.

A mesma noite que um dia serviu de cúmplice para nossas loucuras

O mesmo céu que testemunhou nossos devaneios de amor…

Hoje presenciam minhas lágrimas

E acolhem minha solidão.

As montanhas giram em torno da minha dor,

Minha alma é cortada por cacos de vidro

O calor se transformou em frio

Todas as imagens que um dia fizeram parte da nossa história,

Foram tatuadas com o cinza do final de um dia de chuva e tempestade

Mas eu estou aqui

Com o corpo clamando por você

Continuo na certeza de te reencontrar

Continuo sentindo que seu sorriso ecoa no universo

E ouço sua gargalhada em cada relâmpago, em cada raio de sol, em cada luar

Queria apenas respirar junto com você

Meu coração repousa numa paz inquietante

Mas na certeza de que você continua sendo a estrela do meu céu

Apenas se transformou numa energia suave, e se embola no ar da noite

E espera amanhecer para me reencontrar

Porque um dia sempre amanhece

Um dia a estação muda

A noite acaba e chega o dia…

Te encontro na próxima estação

Te vejo do outro lado…

Vou te ver assim que amanhecer…

_________________________________________________________________________

Autora: Nivia Lopes- Atriz, jornalista e escritora;

https://www.facebook.com/nivia.csl1?fref=ts

Em breve lançará dois livros em conjunto com outros autores na Fliva (feira literária de Valença/RJ). São duas coletâneas: Coletânea Fliva e coletânea Clube Literário Palavras ao Vento.

 

 

Sobre o(a) Autor(a)

Psicanálise e Amor

Quer ser um colunista deste site?
Entre em contato.
Contato: caroline@psicanaliseeamor.com.br

Artigos Relacionados